Manutenção em estações de tratamento de água e efluentes

É de suma importância que a manutenção de Estações de Tratamento de Águas e Estações de Tratamento de Efluentes sejam realizadas para que tenham a sua operação funcionando de forma eficiente, garantindo assim a qualidade da água/efluente tratados de acordo com as especificações determinadas no projeto, atendendo a legislação ambiental vigente ou aos padrões de qualidade exigidos, onde serão utilizados.

Além de uma operação eficiente, com os processos bem controlados e monitorados, as condições dos equipamentos e das instalações devem estar em condições ideais quanto ao seu estado de preservação e funcionamento.

Para que isso aconteça é necessário a implantação de uma gestão de manutenção que possa garantir de forma periódica e planejada, a execução das manutenções nas estações de tratamento, garantindo que todos os equipamentos e instalações funcionem de forma satisfatória e contínua. 

A elaboração de um plano de manutenção, é o início de todo o processo dessa gestão.

Entende-se por plano de manutenção, um conjunto de documentos onde são registradas todas as atividades críticas de manutenção preventiva, sua frequência de execução, a localização dos equipamentos, a especificação de peças que deverão ser utilizadas, bem como as ferramentas empregadas e quem são os profissionais que são capacitados para a execução das atividades.

Um bom plano de manutenção traz inúmeros benefícios, dentre eles pode-se destacar:

  • A garantia de continuidade operacional;
  • A redução de paradas não programadas;
  • A redução de custos com compras de materiais urgentes;
  • A redução do custo com horas extras emergenciais;
  • Uma maior durabilidade dos equipamentos e das instalações;
  • A contribuição para a segurança da força de trabalho.
Equipamento de estação de tratamento


Continuar a leitura >> https://bit.ly/35htxAK

Fonte: Grupo EP