Meio Ambiente

Saneamento precário facilita a dispersão de plástico e microplástico na Amazônia

Poluente está presente em diversos ambientes e espécies no bioma, apontam estudos apresentados na 76ª Reunião Anual da entidade

Os desafios para lidar com as toneladas de lixo jogadas nos oceanos

Outro trabalho, realizado na costa do Paraná, revelou a presença de biomídias plásticas nas praias, o que marca um avanço na oceanografia. Esses materiais, também chamados de mídias filtrantes, são pequenas peças perfuradas usadas para transportar biofilme bacteriano e melhorar o tratamento de águas residuais. Essas partículas são empregadas na tecnologia Moving Bed Biofilm Reactor (MBBR), amplamente aplicada em estações de tratamento de águas residuais.

“Ser só cientista não é suficiente”

Em entrevista ao Centro de Memória FAPESP, Helena Nader e Mayana Zatz falam sobre discriminação de gênero, carreira de pesquisa e militância política pela ciência

O que fazer com os rejeitos gerados pela exploração mineral

Mineradoras, startups e universidades buscam novos usos para os resíduos produzidos no processo de extração

Rios contaminados por corantes podem deixar peixes cegos

Mesmo em baixas concentrações, substância usada para tingir produtos de vermelho deforma estrutura ocular de larvas de peixes, apontam testes em laboratório

Canudo ecológico de babaçu muda de cor se bebida estiver vencida

Resíduos da agroindústria viram embalagens e canudos ecológicos​ em alternativas biodegradáveis ao plástico que ainda protegem os alimentos

Fábrica da Cargill em Goiânia ganha certificação máxima pela gestão eficiente da água

Para conquistar o selo, a unidade teve que demonstrar excelência em sete áreas temáticas críticas: água, biodiversidade, educação, energia, gases, resíduos e socioambiental.

Megaoperação de limpeza após o show de Madonna

Megaoperação de limpeza teve 1.518 garis e 287 toneladas de resíduos coletadas em Copacabana

Microplásticos encontrados em alimentos contaminados podem chegar ao cérebro

Segundo novo estudo, os fragmentos plásticos podem migrar do intestino para outros órgãos quando são consumidos pela alimentação

Fundação Araucária vai apresentar NAPI Hidrogênio Renovável no dia 6 de maio

O objetivo é criar uma rede de pesquisa e inovação no Paraná para articular ações que impulsionem o desenvolvimento de tecnologias

Saneamento precário facilita a dispersão de plástico e microplástico na Amazônia

Poluente está presente em diversos ambientes e espécies no bioma, apontam estudos apresentados na 76ª Reunião Anual da entidade

Os desafios para lidar com as toneladas de lixo jogadas nos oceanos

Outro trabalho, realizado na costa do Paraná, revelou a presença de biomídias plásticas nas praias, o que marca um avanço na oceanografia. Esses materiais, também chamados de mídias filtrantes, são pequenas peças perfuradas usadas para transportar biofilme bacteriano e melhorar o tratamento de águas residuais. Essas partículas são empregadas na tecnologia Moving Bed Biofilm Reactor (MBBR), amplamente aplicada em estações de tratamento de águas residuais.

“Ser só cientista não é suficiente”

Em entrevista ao Centro de Memória FAPESP, Helena Nader e Mayana Zatz falam sobre discriminação de gênero, carreira de pesquisa e militância política pela ciência

O que fazer com os rejeitos gerados pela exploração mineral

Mineradoras, startups e universidades buscam novos usos para os resíduos produzidos no processo de extração

Rios contaminados por corantes podem deixar peixes cegos

Mesmo em baixas concentrações, substância usada para tingir produtos de vermelho deforma estrutura ocular de larvas de peixes, apontam testes em laboratório

Conteúdos recentes

Os desafios para lidar com as toneladas de lixo jogadas nos oceanos

Os desafios para lidar com as toneladas de lixo jogadas nos oceanos

Outro trabalho, realizado na costa do Paraná, revelou a presença de biomídias plásticas nas praias, o que marca um avanço na oceanografia. Esses materiais, também chamados de mídias filtrantes, são pequenas peças perfuradas usadas para transportar biofilme bacteriano e melhorar o tratamento de águas residuais. Essas partículas são empregadas na tecnologia Moving Bed Biofilm Reactor (MBBR), amplamente aplicada em estações de tratamento de águas residuais.

ler mais
Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Ao navegar neste site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.